Implantes Dentários Unitários

Implantes dentários unitários: vantagens e tratamento

Implante dentário unitário funciona como um dente natural, dando um maior conforto e liberdade ao paciente. Não perca mais tempo sem dentes e marque consulta na Smile.up.

O que é um implante dentário? A Dra. Sorridente explica

Milhões de portugueses já perderam, ao longo da vida, seis ou mais dentes. Por medo de dentistas ou falta de condições, por exemplo, financeiras, existem pessoas acabam por não tratar da sua saúde oral, deixando que a falta de dentes afete a sua vida. A falta de dentes tem repercussões a nível estético, funcional, emocional e até mesmo mental, sendo por isso fundamental que cuide de si e da sua boca.

A falta de um ou mais dentes pode originar problemas como a má nutrição (devido à dificuldade em comer), gengivite, mordida alterada, dores de cabeça, perda de osso, sensibilidade dentária, cáries, disfunção temporomandibular e/ou perda de outros dentes. Por isso, quando pensa que a falta de um dente é normal, saiba que este problema pode originar outros e bem mais graves.

Implantes dentários unitários: o que são?

Assim como o nome indica, um implante dentário unitário é feito quando falta apenas um dente ao paciente. Este tipo de implantes pode ser o substituto ideal de outro tipo de tratamentos como próteses parciais removíveis ou uma ponte fixa.  Os implantes dentários unitários funcionam como um dente natural, dando um maior conforto e liberdade ao paciente.

Implantes dentários: Fases do tratamento

Implantes dentários unitários: quais as vantagens?

  • Ao colocar um implante unitário, os restantes dentes adjacentes ao que se perdeu não ficam comprometidos (quando se coloca, por exemplo, uma coroa fixa, os dentes à volta têm de ser desgastados);
  • O implante previne o colapso ósseo, que pode aconteceu como reflexo da falta de dente;
  • Por consequência, o implante preserva o osso circundante uma vez que substitui a raiz do dente perdido;
  • Uma das maiores vantagens é, precisamente, o facto deste implante ser um substituto muito idêntico ao dente natural, o que faz com que os cuidados de higiene sejam iguais ao da dentição natural;
  • Por fim, este implante acaba por influenciar a autoestima e aparência do paciente.

Implantes dentários unitários: técnica e duração do tratamento

O implante unitário (parafuso de titânio) é colocado, por norma, meses ou anos depois da perda do dente, sendo a coroa definitiva colocada três a quatro meses depois do implante. Isto porque durante estes meses, acontece a osteointegração, em que existe a habituação do osso e gengiva a este parafuso. Esta é a técnica mais comum.

O implante dentário também pode ser colocado logo após a extração do dente, substituindo de forma imediata o dente perdido pelo implante. A coroa, por sua vez, é colocada meses mais tarde, após o período de osteointegração. Mas não pense que o paciente fica sem dente durante estes meses, pois existe a hipótese de utilizar uma prótese removível.

O paciente pode também optar pela colocação do implante unitário e de uma coroa provisória, com Carga imediata. Neste caso, o paciente sai da clínica já com o dente. A coroa definitiva é colocada depois do processo de osteointegração.

Implantes dentários unitários, implantes dentários em carga imediata, tratamentos de cáries, controlo da placa bacteriana, aparelhos dentários desde os convencionais aos invisíveis, são tratamentos disponíveis nas clínicas Smile.up, para que a sua saúde dentária esteja sempre em dia, sem grandes complicações.

Agende uma consulta de avaliação oral na Smile.up numa das nossas mais de 65 Clínicas Dentárias Smile.up espalhadas por todo o país.

Scroll to Top